domingo, 29 de outubro de 2017

SEGREDOS DO YORUBÁ - A LINGUAGEM DE IFÁ GLOSSÁRIO DE TERMOS USADOS NO ORÁCULO DE IFÁ

Dicionário Yorùbá - Português

Para conseguirmos entender a tradição oral de Ifá, é necessário que compreendamos alguma coisa do idioma de Ifá. Os rituais, invocações, encantamentos e versos da religião tradicional yorubá não são expressados no Yorubá coloquial (aquele que se fala nas ruas). O idioma de Ifá é o Yorubá Litúrgico (ofo ase), o idioma utilizado entre os “adivinhos” para expressar idéias transcedentais. Muitas das palavras usadas neste idioma têm uma ressonância tonal, utilizada para acessar o Poder Espiritual.
A Física nos ensina que a idéia de todo poder do universo é parte de uma onda de sinais, que seria o espectro total da luz. Cada segmento dessa onda se manifesta em cores e pontos. A qualidade tonal das palavras utilizadas no yorubá litúrgico coloca o adivinho em harmônica ressonância com a essência tonal de uma selvagem extensão de forças espirituais (Orisas). A marca inegável da qualidade do Yorubá litúrgico é que as palavras usadas para a invocação também carregam significados que revelam a sua Força Espiritual por si só.
Tomemos como exemplo a palavra OBATALA, que é utilizada para descrever a força que a Ciência Natural chama de Luz Branca. Ifá nos ensina que tudo no Universo tem uma consciência (Ori). Usar a palavra Obatala coloca a consciência humana em alinhamento com a consciência da Luz Branca. Isso acontece enquanto nos é explicado sobre as qualidades dessa Luz Branca. A palavra Obatala é uma contração da frase: O (Espírito, Deus) Ba (Poder de Expansão ou Energia Masculina; Baba) Ota (pedra) Ala (luz). A palavra Obatala, no contexto dos Odús de Ifá (Escrituras Yorubás), significa: “O Deus cuja qualidade de expansão da luz oriunda da Eterna Pedra da Criação (ponto central do universo)”.
Olatunde Sproye, em seu livro “Yorubá Sem Lágrimas” afirma existirem cento e vinte e seis combinações de vogais e consoantes, utilizadas como a base do idioma yorubá:
ba be be bi bo bo bu da de de di do do du fa fe fe fi fo fo fu ga ge ge gi go go gu gba gbe gbe gbi gbo gbo gbu ha he he hi ho ho hu ja je je ji jo jo ju ka ke ke ki ko ko ku la le le li lo lo lu ma me me mi mo mo mo mu na ne ne ni no no nu pa pe pe pi po po pu ra re re ri ro ro ru sa se se si so so su ta te te ti to to tu wa we we wi wo wo wu ya ye ye yi yo yo yu
Todas as palavras em yorubá são combinações entre esses sons fundamentais.
Uma das regras de construção do idioma yorubá é que partes de uma palavra podem ser dobradas para se modificar a ênfase, por exemplo: Ba (poder expansivo); Baba (pai); Babagba ou Baba Baba (avô).
Duplicar uma palavra relaciona uma palavra a si mesma, por exemplo, Dada (Deus do que é Vegetativo) deve ser oriunda de Da (criação). Repetir a palavra Da (criação) sugere a recriação do poder vegetativo para poder de continuidade - sair da inércia e iniciar o processo de nascimento, crescimento, morte e renascimento.
Se nós dobrarmos cada uma das cento e vinte e seis combinações usadas como base do idioma Yorubá, teremos duzentos e cinqüenta e dois blocos lingüísticos construtores fundamentais. As
Escrituras de Ifá são baseadas em duzentos e cinqüenta e seis princípios fundamentais. Os quatro primeiros princípios representam o ciclo de nascimento, vida, morte e renascimento. Esses quatro princípios sustentam o restante da Criação, que vêm a ser manifestados através das duzentas e cinqüenta e duas forças da Natureza, o que me sugere que o Idioma Yorubá seria oriundo e estaria ligado às Escrituras de Ifá desde à sua concepção.
O primeiro dicionário Yorubá-Inglês foi compilado por missionários cristãos, que não tinham o entendimento ou não desejavam aprender os mistérios espirituais preservados no idioma yorubá. Quando Ifá e Orisa se expandiram pela Diáspora sofreram a influência de religiões sem o embasamento Africano. Acredito que a melhor maneira de revelar os princípios de Ifá o mais parecido possível com a forma como eles foram concebidos é através do estudo do idioma litúrgico.
Quando escrevi o livro “Iwa-pele” (O Bom Caráter), procurei a palavra Ifayabale nos dicionários yorubá-ingles para melhor compreender a sua concepção metafísica. Os dicionários definem Ifayabale como a “ascenção de nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo”. Acredito que essa palavra seja muito anterior ao cristianismo e esta definição seria um grande erro. Para mim, a palavra Ifayabale significa a contração de Ifá (desejo) Iyá (mãe) Baba (pai) ile (terra), significando então “o desejo dos pais e mães se encontrarem na terra”.
Este Glossário é uma tentativa preliminar de entender a Teologia de Ifá através do real entendimento do idioma yorubá. As palavras foram retiradas do Odú Ifá como são recitadas em Ile Ifé, e a maioria do vocabulário reflete a dialética desta região em particular. Estou certo que muitas das minhas definições irão mudar conforme o meu entendimento de Ifá e do idioma yorubá forem aumentando. Este não pode ser considerado um estudo definitivo.
Espero que este trabalho sirva como ponto de partida para uma análise lingüística com enfoque teológico.
Pedaço a pedaço, nós comemos a cabeça do rato!

Ase o!
Awo Fa’lokun Fatunmbi


Um comentário:

O Culto Tradicional Yorùbá, vem resgatar nossa cultura milenar, guardada na cabaça do tempo.